Sumida

Eu poderia começar esse post dando mil motivos para meu desaparecimento do blog, um dos motivos que é escrever para o blog exige muito mais que eu pensava, é tempo para pensar tema de post, de escrever, procurar e editar imagens. Com as aulas da faculdade de manhã e um curso extra a tarde, eu chegava em casa cansada e cheia de trabalhos para fazer, escrever para o blog não era mais prioridade.

Mas no final de tudo, a verdade é que esse mundo de blogs de moda, e da moda em geral, me cansou, eu não tinha vontade, e ainda não tenho, de fazer a mesma coisa que várias pessoas faziam igual. Eu comecei a ver que esse mundo fashion envolve muito mais ego e atitude cool, do que trabalho, e se tem uma coisa que eu não sei fazer é fingir ser alguém que eu não sou, quem me conhece sabe que se eu não gosto de algo, ou alguém, eu não finjo, não me submeto a situações que não vão me fazer bem. Eu demorei muito tempo para me encontrar e me aceitar, não vou fingir ser algo que não sou só para agradar alguém.

E no meio disso tudo, passei por decepções no lado profissional, processo seletivo de moda parece seleção para o America’s Next Top Model, é drama, é falsidade, egos irreais. Já participei de entrevista que quase pedi desculpa por ter ido, uma das pessoas da “bancada de jurados” não me olhou um momento e não parava de mexer no celular; já vi meninas concorrendo para a mesma vaga que eu, vestidas para balada; funcionários que se acham a Tyra Banks e muito mais.

Esse último ano foi intenso, eu fiz a decisão de cortar algumas pessoas que não me faziam bem, fiz outras escolhas que me afetaram positivamente e negativamente, mas no fim do dia sempre penso que crescer é isso, fazer uma decisão e saber que vai ter uma consequência, e gostando ou não, você vai ter que seguir em frente.

Quando comecei o blog, quase um ano atrás, não tinha ideia do que resultado eu teria e não quis criar nenhuma expectativa. Vocês me surpreenderam, eu vi que tinha várias pessoas lendo o que eu escrevia, e mesmo tendo um feedback pequeno, eu sentia que minha voz estava sendo ouvida, no caso lida. Eu quero e pretendo voltar pro blog, não vou ficar falando sobre planos futuros. afinal no glory in the process, essa frase é do Tyler Oakley, sou obcecada pelos vídeos dele, ele fala sobre cultura pop, ele mesmo, se aceitar, coisas sem sentido mas maravilhosas para dar risada.

Se você continua lendo até aqui, tem todo meu amor, quero saber o que você quer ver no Amanda Catarina, estou aberta a sugestões, falem comigo! Por comentários aqui, na página do blog no facebook (já curtiu?), no meu instagram (@amandacatarinablog), me falando ao vivo, sinal de fumaça, como vocês quiserem. O layout do blog mudou, estou procurando algo diferente, me falem o que acharam.

Por enquanto é isso, obrigada por terem me acompanhado até agora, quem sabe o que vem pela frente?

Anúncios